logo FiqOn

Entenda por que a cultura data driven é o futuro para o seu negócio

Descubra como a cultura data driven pode impactar no dia a dia da sua organização.

Como é a tomada de decisão dentro da sua empresa? Às vezes você fica nervoso por medo de dar errado ou por não ter evidência de que aquele método realmente funciona? E de uma coisa você sabe, decidir por um processo errado pode prejudicar os resultados atuais e futuros do seu negócio.

Tenho certeza que a sua vida seria facilitada se tivesse alguma cultura na empresa voltada para a coleta de dados que comprovasse por meio das informações precisas que as chances de sucesso eram maiores que as de erro. E se eu te contar que esse também é um pensamento sustentado pela cultura data driven? Continue lendo esse artigo para entender mais sobre o termo.

O que é a cultura driven?

A expressão data driven significa orientado por dados. Uma empresa que adota essa cultura tem como base dados sólidos e evidências para a tomada de decisão. Nesse processo, suposições não são consideradas nem qualquer outra interferência externa, como os gostos do dono da empresa ou opiniões baseadas em achismo.

Todos os dados coletados precisam ser analisados e interpretados, assim é possível ter brainstorms que facilitam o processo decisor em seus projetos. A princípio você pode entender que essa é uma ideia um bem racional, e realmente é. Mas quando a meta do seu negócio é aumentar a produtividade e receita, essa cultura é a sua melhor opção.

Como construir uma cultura da driven?

Como qualquer implementação nova no negócio, construir uma cultura data driven não é da noite para o dia, leva tempo. Mas você precisa entender que duas coisas são fundamentais: uma boa ferramenta para lidar com esses dados e o pensamento alinhado entre todos os decisores, gestores e colaboradores.

Sabe por que isso é tão importante? 

Imagina essa situação, você é programador em uma empresa de softwares e sistemas e precisa informar ao seu chefe que o sistema vai parar de funcionar com maestria se ele investir um pouco mais em servidores. Isso vai ocorrer porque muitas pessoas acessam o sistema que vocês criaram e ele cai com muita frequência. 

Se essa conversa não foi sustentada com dados a respeito do número de acessos, qual o limite que a máquina suporta e outras questões fica difícil dialogar com seu chefe e comprovar que o investimento melhora essas questões. Com todos os dados organizados não haverá espaço para questionamentos e a decisão de investir em mais servidores será mais rápida.

Como ela impacta no dia a dia de uma organização?

Um estudo da IBM (International Business Machines Corporation) uma empresa voltada para a área tecnológica revelou que 90% dos dados que existem hoje foram gerados nos últimos 2 anos.  Graças a essa evolução, a análise desses dados se tornou uma necessidade também para o mundo dos negócios. Se tornou possível identificar erros, falhas, melhorias, dados de progresso, criando um relatório completo do funcionamento do seu negócio.

Muitas empresas já perceberam o potencial dos dados e começaram  a transformar investindo em tecnologia, contratando profissionais especializados em Data Engineering e Data Science, para implantação do Data Driven.

Um estudo de Oliver Wyman ainda determinou que uma empresa conduzida por dados experiência:

  • Crescimento de receita
  • Maior lealdade do cliente 
  • Maior eficiência 
  • Menores riscos e perdas operacionais

A maior preocupação das corporações é ser uma empresa destaque em diversas áreas, incluindo a tecnológica. É nesse momento que  a metodologia Data Driven pode ser inserida para alavancar o seu negócio e te trazer uma série de benefícios, dentre eles:

  • Otimização de processos comerciais e internos
  • Geração de valor ao produto seu produto
  • Tomadas de decisões precisas
  • Insights estratégicos
  • Otimização na gestão de recursos;
  • Previsão de tendências

Se você também quer ser uma empresa de destaque, precisa investir no Data Driven.

Bárbara Lopes

Bárbara Lopes

Bárbara atua como redatora há 3 anos, e vê na comunicação uma excelente ferramenta de transformação (seja a comunicação escrita, verbal e em códigos com as mais diversas linguagens da programação).
Bárbara Lopes

Bárbara Lopes

Bárbara atua como redatora há 3 anos, e vê na comunicação uma excelente ferramenta de transformação (seja a comunicação escrita, verbal e em códigos com as mais diversas linguagens da programação).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entre em contato