logo FiqOn

Indústria 4.0: o que é, principais tendências e por onde começar.

Confira tudo o que você precisa saber sobre a Indústria 4.0 e como incluir essas inovações em seu negócio.

Já se passaram muitos anos desde que a mão de obra humana foi substituída pela automação. O primeiro passo para isso se deu na 1.ª Revolução Industrial, e continua se aprimorando até hoje.

A tecnologia é uma facilitadora do nosso dia a dia. Conforme os comportamentos e necessidades humanas se desenvolvem, a tecnologia vem e acompanha isso para trazer soluções condizentes com a nossa realidade.

Tais avanços nos trouxeram ao que hoje chamamos de Indústria 4.0. Uma nova era onde palavras como inteligência artificial e hiperautomação são muito presentes.

Este é o assunto que você entenderá ao longo desse artigo. Continue lendo para descobrir tudo sobre as tecnologias da indústria 4.0 e seus benefícios.

O que é a Indústria 4.0?

A Indústria 4.0 nada mais é do que um conjunto de transformações digitais que vêm revolucionando a maneira como as empresas trabalham e fabricam seus produtos. O objetivo dessa união de tecnologias é melhorar o rendimento e a qualidade produtiva dentro das fábricas.

O marco inicial da Indústria 4.0 se deu em 2010, com um projeto liderado por Siegfried Dais e Henning Kagermann, que promovia a informatização da manufatura e a automatização da produção.

Esse projeto foi apresentado na Feira de Hannover de 2011, na Alemanha, e levou ao surgimento do conceito de “Produção Inteligente”, ou seja, uma produção onde as máquinas poderiam tomar decisões baseadas em dados.

Depois disso, os avanços não pararam de surgir… 

As tecnologias da Indústria 4.0

O que não faltam são exemplos de novas tecnologias criadas nesse período. Confira as principais delas:

  • Big Data

É o nome dado em Tecnologia da Informação (TI) para aglomerados de informações armazenadas em bancos de dados. Esses dados são interligados entre si e podem ser acessados remotamente.

O Big Data é formado por 5 pilares: volume, velocidade, variedade, valor e veracidade. Os famosos 5 Vs.

Porém, o assunto é muito mais complexo. O Big Data também pode se referir a qualquer dado ou informação coletada sobre uma empresa, ou assunto.

Um exemplo disso é a utilização dele no marketing, para definição públicos e estratégias baseadas em interesses e preferências.

  • Computação em nuvem

Para quem trabalha na área de TI, esse conceito provavelmente já é conhecido.

Imagine uma empresa que possui inúmeros softwares, dados e programas. Para armazenar tudo isso seria necessário máquinas de alta performance ou outros métodos complicados.

Com a computação em nuvem, tudo isso passa a ser armazenado em data centers, e pode ser acessado de qualquer lugar que possua internet, ocupando pouquíssimo espaço no disco rígido do usuário e facilitando o acesso a informações.

  • ChtaGPT

Lançado no fim de 2022, o ChatGPT é um algoritmo com base em inteligência artificial que responde a perguntas realizadas pelos usuários. 

Ele se diferencia de um mecanismo de pesquisa como o do Google, por sua capacidade de analisar o contexto, palavras-chave e significados distintos que os termos podem ter. Com isso, ele consegue criar poesias, contos, códigos de programação, etc.

Já temos um blogpost que aborda esse assunto. Saiba mais em: https://fique.online/fique-de-olho-na-tendencia-hiperautomacao-promete-acelerar-crescimento-das-empresas-em-2023/

  • Cibersegurança

Você já se perguntou se os dados que você preencheu para efetuar uma compra online estavam seguros?

Cartão de crédito, telefone, logins, senhas, entre tantas outras informações importantes. É para proteger esses e muitos outros dados que existe a Cibersegurança.

Ela garante que as informações que você fornece online sejam acessíveis apenas a quem possui permissão para vê-las. Ou seja, atua contra possíveis invasões e ataques cibernéticos.

Conforme a empresa de segurança cibernética Fortinet, apenas em 2020 o Brasil sofreu mais de 8,4 bilhões de tentativas e ameaças de ataques cibernéticos. Esse dado reforça a importância da Cibersegurança dentro da Indústria 4.0.

  • Integração e automação

Primeiramente, vamos entender a diferença entre as duas coisas. A automação utiliza processos tecnológicos para tornar automática a execução de tarefas. Enquanto a integração conecta um sistema a outro, por meio de automações.

Já temos um conteúdo sobre isso em nosso Instagram. Confira abaixo

E, como você provavelmente já sabe, é exatamente isso que a FiqOn faz. Sim, a FiqOn é uma empresa cuja tecnologia se encaixa perfeitamente na Indústria 4.0. Para saber mais sobre os serviços da FiqOn, acesse o nosso site.

Isso porque a integração e automação são essenciais para tornar o fluxo de trabalho mais fluido e a comunicação de toda a empresa mais eficiente.

Quais são os benefícios da indústria 4.0?

O principal objetivo de todas essas inovações da Indústria 4.0 é facilitar a rotina de trabalho das empresas. Agora, você já imaginou os resultados disso? 

Alguns deles são:

  • Redução de custos e desperdícios
  • Utilização de linhas de produção mais elaboradas
  • Minimização da ocorrência de erros
  • Gerenciamento muito mais aprofundado dos setores
  • Aumento da produtividade e da agilidade
  • Mais eficiência nos processos
  • Melhora na comunicação entre os departamentos

Concluímos que… 

A tecnologia e suas inovações não irão parar de surgir. Por consequência de inovações tão grandes quanto as que vimos aqui, é de se esperar que a competitividade entre as empresas fique ainda maior daqui para frente.

Portanto, cabe aos CEOs, gestores e líderes se adaptar às mudanças, implementando em seus negócios as soluções que fazem mais sentido dentro de seus contextos.

Uma boa forma de começar a introdução da Indústria 4.0 no seu negócio é através da integração e automação, que ajuda a ver o fluxo de trabalho com mais clareza para, então, decidir quais ações tomar adiante.

Inclusive, no exato momento da publicação deste artigo, está acontecendo uma promoção imperdível de Carnaval aqui na FiqOn: Plano Folia + benefício surpresa! 

Essa condição especial tem duração até o fim do mês. Então já sabe, né? Não perca tempo, entre em contato clicando aqui e garanta já o seu Plano!

Gostou do conteúdo? Você também pode se interessar por:

Automação de sistemas: um grande diferencial para empresas que desejam ser destaque no mercado 

Rebeca Costa de Lima

Rebeca Costa de Lima

Rebeca é redatora e acredita que as palavras tem o grande poder de criar conexões. Por tal razão, utiliza ferramentas de comunicação para produzir conteúdos que agreguem valor.
Rebeca Costa de Lima

Rebeca Costa de Lima

Rebeca é redatora e acredita que as palavras tem o grande poder de criar conexões. Por tal razão, utiliza ferramentas de comunicação para produzir conteúdos que agreguem valor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *